Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgou dados sobre o feminicídio no Ceará, em 2017. Segundo a secretaria, no mês de abril, o número de mulheres assassinadas aumentou em 45% comparado ao mesmo período de 2016. No ano passado, foram 20 mulheres assassinadas, neste ano, 29. Até agora, abril foi o mês com maior número de vítimas do sexo feminino no Estado.

Segundo dados da secretaria, entre janeiro e abril, foram 72 casos registrados em todo o estado e, desde o começo do ano, o número desse tipo de crime tem crescido mensalmente: janeiro teve 10 assassinatos, fevereiro 15, março 18 e abril 29. Apesar do aumento observado no mês de abril, o primeiro quadrimestre de 2017 apresentou uma redução de feminicídios de 12,2% quando comparado ao mesmo período de 2016.

Em 2014, em todo o ano, foram 264 mulheres mortas; em 2015, o total caiu para 237 e, em 2016, para 210. A queda é de 20,45% nos três anos.

Casos

Os números dos meses de maio e junho não foram divulgados pela SSPDS, mas, entre os casos de repercussão, houve a morte de duas mulheres em meio à chacina de Horizonte do último dia 12. Cinco pessoas morreram no caso, entre elas Rafaela Alves Silveira e Bruna Erica Viana de Sousa. Já no dia 9 houve a morte da assessora parlamentar Sandra Rafaela Jefferson Bastos, de 29 anos, no Vila Velha, em Fortaleza.