Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
O Ceará registra, nos últimos anos, um aumento histórico no fluxo de exportações e tem empenhado esforços para o pleno desenvolvimento industrial no Estado. Durante encontro com ativistas da campanha no Comitê Central, nesta sexta-feira (7), o governador Camilo Santana 13 destacou a importância de modernizar e traçar parcerias que transformem o Estado num grande centro de exportação para todo o mundo, no intuito de gerar mais capacitação e empregos para a população cearense.
Camilo afirmou que, durante a sua gestão, o Ceará tem batido o recorde em itens exportados. “No ano passado, nós aumentamos mais de 62% a exportação. Isso significa melhorar a economia e gerar emprego para as pessoas. Neste ano já estamos superando em 10% comparado com o ano anterior, e temos todo um potencial de aumentar ainda mais”.
Ele destacou ainda as ações do hub aéreo, a Zona de Processamento de Exportação (ZPE-CE), Companhia Siderúrgica do Pecém, entre outros pontos. “Temos agora o hub aéreo se consolidando, que vai possibilitar exportar mais para a Europa e para os Estados Unidos, estamos fechando a parceria com Roterdã e transformando o Porto do Pecém em um hub de cargas marítimas, temos a única ZPE em funcionamento no Brasil, temos a CSP e estamos trabalhando a vinda da refinaria. São projetos importantes para fortalecer as exportações, a economia e gerar empregos para os cearenses”.
O governador garantiu também que ampliar a estrutura industrial e tecnológica no setor significa trazer crescimento para o Produto Interno Bruto (PIB) do Ceará, e criar novos mercados com mais empregos diretos e indiretos. Ele citou as áreas de siderurgia, produção de frutas, flores e exportação de produtos perecíveis como exemplos de segmentos a serem explorados. “Só a siderúrgica hoje gera 18 mil empregos diretos e indiretos”, pontuou. O Ceará já é o estado nordestino que mais abriu vagas de empregos nos últimos doze meses.