Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador Camilo Santana (PT) visitou, nesta terça-feira, 11, a sede do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em Fortaleza. Recebido por representantes do órgão internacional, que é parceiro do Governo do Ceará há 30 anos, o candidato à reeleição reafirmou seu compromisso em continuar e ampliar as políticas públicas voltadas às crianças e adolescentes no Estado. Camilo esteve acompanhado da vice-governadora Izolda Cela.

“A gente tem como prioridade no nosso governo potencializar e fortalecer as políticas para crianças e adolescentes. O Unicef tem sido parceiro na discussão dessas ações aqui no Ceará. Nós criamos um programa chamado Mais Infância Ceará, dividido em três eixos. Um dos eixos é o acompanhamento de famílias com vulnerabilidade e que tem criança de zero  a seis anos, onde elas são acompanhadas através do Padin. A gente criou uma forma de melhorar a renda dessas famílias para superar os desafios da extrema pobreza no Ceará. Há famílias que moram em casa sem piso, sem banheiro. A gente criou um programa de transferência de renda chamado Cartão Mais Infância, que beneficia cerca de 60 mil mães. Tamb& eacute;m desenvolvemos uma política de criar espaços adequados para as crianças brincarem, o Tempo de Brincar, com brinquedopraças distribuídas por  municípios cearenses”, detalhou.

Na ocasião, o governador assinou um termo de compromisso, intitulado “Mais que promessas”, com a Unicef para dedicar mais ações prioritárias aos direitos e ao bem-estar de crianças e adolescentes no seu plano de governo, caso seja reeleito como governador do Ceará. O procurador do Ministério Público do Trabalho Antônio de Oliveira Lima também acompanhou o momento da assinatura.

Camilo Santana adiantou, após a assinatura, que uma das suas metas para os próximos quatro anos é zerar as filas de crianças para ingresso em creches na Capital. “Nesses três anos e oito meses, também entregamos quase 50 novas creches, e estou propondo fazermos mais 100 nos próximos quatro anos. Para Fortaleza, queremos de 25 a 30 para zerar as filas de demanda por creche. Assumo esse compromisso”.

O coordenador do escritório do Unicef em Fortaleza, Rui Aguiar, avalia que o papel do órgão no Estado tem sido cumprido com parceria de resultados junto ao Governo do Ceará desde o início. Ele destacou como principais conquistas a redução da mortalidade infantil, a superação do analfabetismo na infância e a ampliação do ensino médio com a oferta de tempo integral nas escolas, marcas dos últimos anos.  Agora, o dirigente espera que sejam amadurecidas mais ações que tirem a juventude da pobreza extrema nos municípios.

“O Unicef está no Estado a convite do Governo do Ceará desde 1988. Essa parceria tem rendido muitos frutos. Estamos ao lado da sociedade civil e tentando influenciar as políticas públicas do governo. Queremos agora, nesta parceria, ir além do que já foi feito nos últimos 30 anos, tentando trabalhar questões estruturais da pobreza na infância”, explicou.

Vice-governadora do Estado, Izolda Cela afirmou que o governador demonstra compromisso com as políticas de base, para sedimenta-las cada vez mais. “São políticas que tem potencial transformador na sociedade, no caso desta, voltadas para a melhoria de condições de vida das crianças e abrir oportunidades para os jovens”.

 

 

 

Com informação da A.I