Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A construção civil fechou 874 vagas de trabalho em todo o País em abril. Com isso, a quantidade de pessoas empregadas no setor foi a 2,47 milhões, montante que corresponde a uma leve queda de 0,04% em relação a março e um recuo 12,94% frente a abril do ano passado.

Esse foi o 31º mês consecutivo com corte de postos de trabalho no setor, de acordo com pesquisa realizada pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, com base em dados do Ministério do Trabalho.

Embora o ritmo da queda do emprego na construção venha se reduzindo nos últimos três meses, o presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto, não acredita em reversão imediata da tendência.

Para ele, sem novos investimentos e com a confiança dos investidores e das famílias novamente retraída em função da crise política, a perspectiva é de continuação do declínio do nível de emprego no setor.