Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Empréstimo de quase R$ 550 milhões é aprovado pela diretoria executiva do Banco Mundial para um projeto de segurança hídrica no Ceará. O anúncio foi feito pela instituição em comunicado nesta quinta-feira (8).

De acordo com o Banco Mundial, a verba será destinada para aprimorar gestão dos recursos hídricos no Estado e melhorar a eficiência operacional dos serviços de água em Fortaleza com benefício previsto para mais de um milhão de pessoas.

“A segurança hídrica é uma prioridade em nosso estado. Estamos inteiramente comprometidos em prover nosso povo com serviços e gestão de água mais eficiente”, disse o governador do Ceará, Camilo Santana, no comunicado do Banco Mundial, acrescentando que o Governo vai investir para reduzir os efeitos da estiagem.

Regiões mais castigadas

De acordo com o comunicado, o projeto procura controlar e reduzir as perdas dos recursos hídricos com foco no controle de pressão e uma nova divisão de áreas de distribuição e de medição do consumo de água na capital. Também pretende contribuir com a garantia de abastecimento no Sertão Central e regularização de grandes usuários de água.

“Este projeto promoverá um uso mais produtivo dos escassos recursos hídricos, aumentando o fornecimento de água na região mais seca e a garantia da disponibilidade de água inclusive durante anos de seca”, declarou Paloma Anos Casero, diretora do Banco Mundial para o Brasil.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp