Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A greve dos professores mostra uma face negativa da rede municipal de ensino de Fortaleza. Enquanto a propaganda da Prefeitura apresenta um ensino com avanços no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), os alunos sofrem nas salas de aula e os professores andam insatisfeitos com as condições de trabalho e o arrocho salarial. Os professores suspenderam as atividades em sala de aula e criticam a indiferença com que a Prefeitura os trata nas negociações sobre as condições de trabalho e a reposição salarial. A greve, como registra a repórter Camila Pinheiro, do Jornal Alerta Geral, ganha, nesta sexta-feira, mais adesão. Já, no Bate Papo Político, no Alerta Geral (FM 104.3 – Grande Fortaleza + 21 no Interior), os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida abordam a crise na educação do município de Fortaleza. Confira no player abaixo:

Camila-Pinheiro-PARALISACAO-PROFESSORES