Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Duas entidades foram beneficiadas, nesta quarta-feira (8), com a doação de madeira nativa apreendida pela Fiscalização da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace). O material foi apreendido depois de ter sido retirado ilegalmente da mata nativa de caatinga para a comercialização. As destinações aumentam para quatro o número de doações do tipo nos últimos 12 meses.

A doação de material apreendido é uma prática prevista em lei. De acordo com a Gerência de Instância e Julgamento da Semace, entidades públicas de caráter científico, cultural, educacional, hospitalar, penal, militar ou social, bem como instituições sem fins lucrativos de caráter beneficente podem requerer a doação de materiais apreendidos. Atualmente, há disponibilidade de madeira e lenha.

Beneficiados

O Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Ceará – campus de Quixadá, recebeu 500 estacas que servirão para sinalizar a trilha ecológica Ecotrilha, utilizada como recurso de educação ambiental de crianças e adultos da região de atuação da escola.

O Centro Espírita Beneficente União do Vegetal – núcleo Tucuacá recebeu 90 estéreos de lenha nativa (um estéreo corresponde a 0,50 metros cúbicos). A lenha será utilizada na queima de fogões da entidade, reconhecida por atender famílias de Barra Nova, na zona rural de Caucaia.

Como pedir a doação

Os interessados devem enviar ofício à Superintendência da Semace. O pedido deve informar a que se destina o material a ser recebido. Os projetos realizados no Ceará terão prioridade na análise do pedido. Outras informações podem ser obtidas na através do telefone (85) 3254-7073.

Com informação da A.I