Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em busca de melhores condições de trabalho, entregadores de aplicativo de Fortaleza se uniram a mobilização nacional da categoria que realiza uma paralisação das atividades nesta quarta-feira (1º).

Na capital, os trabalhadores fizeram mobilizações em praças e outros pontos da cidade. Em sua maioria motociclistas, os trabalhadores pedem aumento das taxas mínimas recebidas por cada corrida e do valor mínimo por quilômetro, além de auxílio para aqueles que são vítimas de roubos e violências durante o serviço, e providências mais efetivas em relação aos riscos da nova pandemia de coronavírus. 

Uma das reclamações feitas pela categoria é sobre os bloqueios e desligamentos indevidos feitos pelo suporte dos apps. Para eles, as punições ocorrem a partir de critérios não claros e sem a possibilidade de apuração dos ocorridos e de direito de defesa dos envolvidos. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp