Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, disse que terá uma reunião com os governadores na quarta-feira (15) para discutir o pacto federativo. Ele faz um balanço da sua primeira semana de gestão na Casa e ressalta pautas que considera prioritárias ao País. Ele defende a atualização da CLT sem retirar direitos dos trabalhadores e também fala da importância de modernizar a Lei de Execução Penal.

Ele defende as reformas no sentido de destravar a burocracia brasileira para dar oportunidade há quase 13 milhões de brasileiros que estão fora do mercado de trabalho e a outra leva de brasileiros jovens que estão chegando ao mercado de trabalho. “Por isso que vamos fazer aqui uma pauta nessa direção. Nós senadores sabemos a responsabilidade que temos. Todos nós sabemos que há um desequilíbrio profundo que precisa ser corrigido. Temos aqui leis obsoletas que devem ser reformuladas e essa é uma meta para esse ano”, afirmou.

“Quero fazer um plenário extremamente democrático distribuir as relatorias com todas as siglas partidárias, respeitar as minorias. É um estilo, cada um tem seu estilo. Quero fazer dessa oportunidade dada pelo povo, como senador, presidente do Senado e eventual substituto do presidente da República as melhores ações possíveis”.

Agência Senado