Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A tropa do Exército Brasileiro que vai atuar nas ruas durante o 2º turno das eleições deste ano participará, em 27 de outubro, às 8h, no 23º Batalhão de Caçadores, de um apronto operacional para verificar as condições de pessoal e material. Os militares estarão em forma já equipados para, em seguida, embarcar nas viaturas e dar início aos primeiros reconhecimentos nas áreas de atuação.

O efetivo que vai atuar no Ceará e no Piauí é de mais de 2.700 homens, distribuídos pelos municípios solicitados pelo Tribunal Superior Eleitoral ao Ministério da Defesa. No Ceará, cerca de 1.600 atuarão em Fortaleza, Maracanaú, Caucaia, Sobral e Juazeiro do Norte, totalizando 26 zonas eleitorais e 1.006 locais de votação.  No Piauí, aproximadamente 1.100 militares estarão distribuídos locais de votação, por 73 municípios. Isso representa 25 zonas eleitorais e 1.187.

Nesta concentração de sábado (27), a tropa estará presente e receberá as instruções finais do Comandante da 10ª Região Militar (10ª RM), General de Divisão Fernando José Soares da Cunha Mattos. O objetivo é transmitir a missão da Força Terrestre no pleito deste ano: contribuir para que a votação e a apuração ocorram dentro da normalidade institucional.

Esta operação de Garantia da Votação e Apuração (GVA) se dará por meio de uma ação integrada com a Força Aérea Brasileira e os Órgãos de Segurança Pública, como Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Federal e Polícia Agência Brasileira de Inteligência.

Com informações ASCOM do Comando da 10ª Região Militar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp