Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

“Faltou articulação política para convencer os deputados federais a participarem de uma reunião que iria tratar de assuntos que interessam a todos os cearenses”, afirma Luzenor de Oliveira. Dos 22 deputados federais cearenses da Câmara Federal, 12 se fizeram presente na reunião da Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece), nessa segunda-feira (11).

Para Beto Almeida, a reunião foi estratégica e agendada em momento oportuno. Como a política local se encontra no início de um ciclo com novos parlamentares e um Congresso parcialmente renovado, esperava-se mais interação dos deputados federais para ouvir as principais demandas dos municípios cearenses.

No entanto, como apenas 12 deputados dos 22, Beto Almeida considera pouco a representatividade. Para ele, perdeu-se a oportunidade de entender as demandas da Aprece e reconhecer suas necessidades prioritárias.

Os deputados federais que aceitaram o convite da Aprece e participaram da reunião foram: André Figueiredo, Mauro Filho, Denis Bezerra, Domingos Neto, José Guimarães, Eduardo Bismarck, Heitor Freire, Leônidas Cristino, Jaziel Pereira, José Aírton Cirilo, Roberto Pessoa, Capitão Wagner e Robério Monteiro, esse último tendo chegado no final, para ‘tomar café frio’, segundo Beto Almeida.

Confira o comentário de Luzenor de Oliveira e Beto Almeida no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior) desta terça-feira (12).