Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Por causa do problema muitos pacientes são atendidos nos corredores do posto. Já sobre a falta de produtos de limpeza como a falta de papel higiênico a coordenação afirmou que tinha o material, mas o mesmo não havia sido reposto pelos funcionários.

A Prefeitura de Maracanaú confirmou que todo dia são distribuídas 25 fichas a partir das 7h30 e garantiu que os pacientes que chegam em estado mais grave são atendidos. Sobre a falta de médicos, a prefeitura disse que um novo profissional deve ser contratado no próximo mês. Sobre os medicamentos a prefeitura disse que há um atraso no repasse dos medicamentos fornecidos pelo estado e pela união.