Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Progressiva e incurável, a obesidade afeta 20,2% da população de Fortaleza, conforme o Ministério da Saúde. Para controlá-la e tentar reverter suas morbidades, como o diabetes e a hipertensão são necessário tratamento clínico e, caso indicada, a cirurgia bariátrica. Atualmente 89  pessoas aguardam na fila de espera para passar pelo procedimento no Hospital Universitário Walter Cantídio.

O Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará, é uma das duas únicas unidades de saúde pública no Ceará que realizam cirurgia bariátrica.

Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) no Ceará, Felipe Vento, a rede de saúde privada do Ceará, estima-se que sejam realizadas, por mês, uma média de 160 a 200 cirurgias bariátricas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp