Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Disputa por Camilo Santana! A corrida eleitoral pela prefeitura de Fortaleza revela uma ambição pelo uso da imagem do governador do PT, Camilo Santana. De um lado, o PDT de José Sarto conta com a proximidade de Camilo pela relação política e administrativa, e do outro lado, a candidata do PT, Luizianne Lins, intensifica o uso da imagem de Camilo por ser do seu partido e ter boa avaliação popular. O líder do executivo estadual, por sua vez, não irá se posicionar sobre o cenário de concorrência política, para não desagradar nenhum dos lados. O tema foi pauta no Bate-Papo desta quarta-feira (30).

Em meio a esse contexto de disputa pela imagem do governador, a coligação encabeçada por Capitão Wagner, candidato à prefeitura pelo PROS, conseguiu obter na Justiça Eleitoral a decisão para retirada de propaganda que vincule José Sarto com o Camilo Santana. Conforme o parecer do órgão, as postagens, que não são oficiais da campanha de acabam causando uma certa confusão e desinformação, já que associa a imagem de um candidato do PDT a um político do PT.

Beto destaca que o governador Camilo sabe que não pode pedir voto para o candidato José Sarto, assim como este não pode vincular sua imagem ao gestor.

“Como é que isso chega para o eleitor? Será que o eleitor está tão confuso assim como imagina, por exemplo, as decisões liminares, o eleitor consegue fazer esse discernimento? Quem é que vai ganhar essa guerra ?…Nós estamos tratando aqui de uma campanha que está sendo travada por enquanto nas redes sociais, a campanha no rádio e na televisão ela começa em outubro”, afirma Beto.

Segundo Beto Almeida, a intenção de Capitão Wagner é criar esse cenário de dificuldades para José Sarto enquanto a campanha está centrada nas redes sociais, porém, ele sabe que na entrada do rádio e da televisão, esse cenário pode mudar completamente, haja vista que o candidato pedetista possui mais tempo de propaganda eleitoral. Sobre essa situação, Beto diz que “mostra apenas mais um capítulo do cenário curto, acirrado, que nós teremos nessa campanha de apenas 45 dias.”

Também a fim de aproveitar a boa avaliação de Camilo Santana, a candidata Luizianne Lins, do PT, tem utilizado a imagem do governador como forma de apoio a sua candidatura. Embora Camilo seja do partido, não houve oficialização do apoio à petista e a utilização da imagem tem causado uma saia justa e criado constrangimento para o governador. Beto Almeida pontua o quão valioso é para aquele que se associa com o líder do executivo cearense.

“Claramente tem uma disputa pela imagem do governador Camilo Santana. O governador está bem na fita, tem uma alta popularidade e vincular a imagem do candidato, seja ele qual for a imagem de alguém, de um gestor, de um politico que é bem sucedido, que está bem avaliado, é algo que soa positivo”, afirma Beto Almeida.

O jornalista ainda detalha que do ponto de vista legal José Sarto não pode fazer isso, mas que Luizianne tem esse direito porque trata-se de um integrante do seu partido. Ele pontua que a candidata sabe que não possui o apoio na prática, mas que faz essa utilização para gerar fato político e promover repercussão, como realmente tem acontecido. De qualquer forma, o governador também não renegar o uso que Luizianne queira fazer de sua imagem.

“O governador não vai pedir voto declarado, nem vai declarar apoio a Luizianne, vai deixar ser feito uso do quem quiser da imagem dele, em compensação ele vai ressaltar sempre as boas características da gestão administrativa do prefeito Roberto Cláudio, que vai ter reflexo naturalmente na campanha do deputado José Sarto, lembrando sempre que esta parceria administrativa é o trunfo maior que o deputado José Sarto tem para explorar o sucesso e bom da continuidade da gestão”