Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Uma ação realizada em conjunto por policiais da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) resultou na prisão de um criminoso considerado de alta periculosidade. O homem é foragido de uma das unidades prisionais do Estado e suspeito de chefiar uma organização criminosa atuante em delitos contra instituições bancárias, além de ser investigado por envolvimento com o tráfico de drogas, homicídios e outros crimes. A ação policial foi desenvolvida, na noite dessa quarta-feira (08), no bairro Jóquei Clube – Área Integrada de Segurança 2 (AIS 2) de Fortaleza.

A recaptura de Noé de Paula Moreira (33), que possui 14 passagens pela Polícia, foi efetuada por militares da AIS 2, do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio), a partir de levantamentos feitos pela Coordenadoria de Inteligência da SSPDS. Os policiais receberam denúncias pelo número 181, que é o disque denúncia da SSPDS, sobre as características do automóvel e o bairro onde o homem costumava transitar. Após buscas na área, os agentes de segurança interceptaram o suspeito no cruzamento da Avenida Perimetral com a Rua Porto Velho, em um veículo Corolla blindado, de cor cinza e placas NQP-9811.

No momento da abordagem, o foragido mostrou resistência e permaneceu por instantes dentro do automóvel, com a mulher e seu filho, de 09 anos, usando a criança como escudo. Após negociação com os policiais, o homem se entregou e liberou o garoto e a mulher que estavam com ele. Noé foi encaminhado para o 10º Distrito Policial, onde foi feito um procedimento policial pela sua recaptura. Em seguida, ele foi conduzido para a Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).

Histórico criminoso

Noé de Paula é foragido desde o dia 14 de julho de 2016, quando escapou do Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II). Ele possui antecedentes criminais desde o ano de 2002 e responde a 14 procedimentos policiais, sendo três por roubo; dois por homicídio; dois por ameaça; outros dois por tráfico de drogas; dois por outras infrações à Lei de Entorpecentes, no que se refere a fabricar materiais destinados ao tráfico de drogas; e os demais por porte ilegal de arma de fogo, estelionato e crime de trânsito. Além disso, o preso é investigado por chefiar uma organização criminosa atuante em delitos contra instituições bancárias e por envolvimento com o tráfico de drogas, homicídios e estelionato.

Antes de fugir, a última prisão de Noé foi efetuada pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio de equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Na ocasião, em novembro do ano de 2014, dois homens identificados como Francisco Adílson Ribeiro da Costa (25), que responde por homicídio, porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e roubo, e Francisco Erbenildo Coelho (23), que responde por posse ilegal de arma de fogo e roubo, foram presos nas proximidades do mercado São Sebastião, em Fortaleza, no momento em que se preparavam para efetuar uma saidinha bancária.

Com eles, foi apreendido um revólver calibre 38 municiado. Então, a dupla entregou o local onde um terceiro comparsa estaria aguardando a concretização do crime. Lá, foi preso Noé de Paula, que possuía um mandado de prisão em aberto por homicídio. Ele portava uma pistola calibre nove milímetros municiada, meio quilo de maconha, além de uma planta da Casa de Privação Provisória de Liberdade II (CPPL II) e uma carta de um preso de lá com pedido de resgate. Agora, Noé foi recapturado após a fuga desta prisão.

Fonte: SSPDS