Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Profissionais das Forças de Segurança do Ceará embarcaram, na manhã desta sexta-feira (9), com destino a cidades do interior e do litoral cearense. O contingente, composto por 4450 agentes da Polícia Militar do Ceará (PMCE) e 602 militares do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE), foi destacado para atuar na “Operação Carnaval 2018”. A ação, que se estenderá até a quarta-feira de Cinzas (14), tem como objetivo garantir a segurança dos foliões no Estado.

Polícia Militar

O embarque dos policiais militares aconteceu, na manhã desta sexta-feira, às 07 horas, saindo do Colégio da Polícia Militar General Edgard Facó (CPMGEF) e do Quartel do Comando Geral (QCG) da PMCE. A cerimônia no CPMGEF contou com a preleção do Secretário da Segurança Pública, André Costa, e do Coronel Comandante Adjunto da Corporação, Adriano Soares, além da participação do presidente do Conselho de Defesa dos Policiais no Exercício da Função, o advogado Ricardo Valente. Do colégio, cerca de 250 policiais militares embarcaram para o interior do Estado, onde reforçarão a segurança em 13 municípios cearenses. Os PMs saíram com destino para os seguintes municípios: Canindé, Caridade, Paracuru, Pecém, Distrito de Taíba, São Gonçalo, São Benedito, Ubajara, Reriutaba, Carnaubal, Uruoca, Massapê e Senador Sá.

Em uma solenidade simultanea, no pátio externo do Quartel do Comando Geral da PMCE, outros 348 policiais militares seguiram em direção aos municípios de Aracati, Beberibe, Aratuba, Guaramiranga, Mulungu, Pacoti, Palmácia, Pindoretama, Cascavel, Icapuí e Croatá (Serra de Tianguá). A tropa foi recepcionada pelo Chefe do Estado Maior Especial – EMESP da Operação Carnaval 2018, Tenente Coronel Jano Emanuel, além do advogado do Conselho de Defesa dos policiais no exercício da função, Otávio Medeiros.

O Comandante da Operação Carnaval 2018, TCPM Jano destacou que “a Polícia Militar do Ceará desencadeou hoje a Operação Carnaval. Nós embarcamos para o interior do Estado um reforço de 1350 policiais militares. Esses policiais deslocados hoje devem reforçar as principais cidades onde acontece o Carnaval e principalmente na área litorânea e na área de serra, bem como as cidades que possuem balneários que com essas chuvas vêm alimentando o Estado do Ceará”.

“O nosso objetivo premente aqui da Operação Carnaval 2018 é melhorar a segurança nessas cidades. A gente atende todos os municípios do Estado, mas a gente precisa reforçar esses municípios que recebem mais pessoas de Fortaleza e mais turistas, mas tudo isso sem deixar de descuidar da Capital. A gente tem também dez eventos programados pela Prefeitura da Capital, como Desfile de Maracatu e blocos na Avenida Domingos Olímpio, Aterrinho da Praia de Iracema e Mercado dos Pinhões”, salientou o oficial.

Por fim, o militar deu dicas de segurança para os foliões: “se for realizar saques em caixa eletrônico, evitar fazer durante a noite; em relação às propriedades que ficarão sem ninguém em razão da viagem, recomenda-se que o proprietário peça a algum amigo ou familiar que vigie sua residência durante a sua ausência; e, se for dirigir, não beba”.

A tropa de reforço será adicionada ao efetivo das diversas cidades para executar o policiamento durante todo o período momino. A operação se estende em todo o Estado, especialmente em pontos que registram maior movimentação e onde há necessidade de mais policiais nas ruas. A ação foi desenvolvida com base em um plano de atuação estratégica em que os policiais militares serão empregados de forma que atendam às necessidades de cada município do Estado do Ceará. Seu objetivo é coibir delitos praticados por infratores, garantir a proteção das pessoas e do patrimônio, o bem-estar e a tranquilidade social.

Bombeiros

O Corpo de Bombeiros contará com mais de 115 postos de atendimento durante o Carnaval, já a partir deste sábado (10), sempre atuando em duplas. Os 602 homens de prontidão trabalharão diariamente, e estão aptos a dar a resposta adequada em todas as áreas de atuação operacional da Corporação. “A prioridade é o serviço de guarda-vidas, no qual quase metade deste contingente será empregado”, explica o coronel Francisco William Lopes Rodrigues, coordenador operacional do CBMCE.

Além dos homens, equipados com nadadeiras e flutuadores, haverá ainda 11 botes e duas motos aquáticas à disposição para aumentar a capacidade de prevenção e resposta em situação de necessidade. Em caso de desaparecimento de pessoas na água, seis equipes de mergulho estarão de plantão, com o objetivo de conduzir as buscas.

“É muito importante dar preferência, na hora de entrar no mar ou em açudes, aos locais onde existem postos de guarda-vidas por perto. Além disso, nunca se deve entrar na água alcoolizado. Esta é uma das principais causas de afogamento no Carnaval”, disse o major Jectan Vital de Oliveira, comandante da 1ª Seção de Salvamento Marítimo.

Já para a atuação nas demais áreas, 112 viaturas serão destacadas entre unidades de combate a incêndio, salvamento e uso geral, além de 12 ambulâncias. A distribuição geral do efetivo do Corpo de Bombeiros no Ceará, na Operação Carnaval 2018, pode ser acessada aqui