Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As mudanças são repentinas e, quando muita gente espera as chuvas, as nuvens desaparecem. A imagem registrada na manhã desta terça-feira mostra áreas da Grande Fortaleza encoberta pelas nuvens.

Poucos minutos depois, o tempo reabre, mas permanece a onda de calor. Quem estava nos prédios localizados no Bairro Dionísio Torres, perto da sede da Assembleia Legislativa, na Avenida Desembargador Moreira, pode fotografar – com imagens e vídeos, os efeitos da natureza, com as nuvens encobrindo serras, o estádio Arena Castelão e o Aeroporto Pinto Martins. Aos poucos as nuvens iam se dissipando.

O calor, porém, com a sensação de tempo abafado, permaneceu, enquanto muitos esperavam as chuvas.

Imagem: Luzenor de Oliveira

Previsão

De acordo com a Funceme, a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) localizado a leste do Nordeste deve proporcionar chuvas na porção sul do Estado. Já para o norte, as precipitações terão influência de áreas de instabilidade provocadas pela maior proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) da costa do Ceará.

Ao longo desta segunda-feira (14), a rede de radares mantidas pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) captou chuvas captou chuvas em todas regiões.

Já no intervalo entre as 7h do último domingo (13) e as 7h de segunda (14), foram registradas precipitações em mais de 100 municípios, sendo os maiores em Mombaça (64 mm), Aratuba (63 mm) e Barroquinha (52,1 mm).

Em Fortaleza, o maior acumulado foi registrado no posto Fundação Maria Nilva, com 46 milímetros.

Diante do cenário meteorológico – presença do VCAN e proximidade da ZCIT, para esta terça (15) e quarta-feira (16), o Estado terá nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões.

Imagem: Luzenor de Oliveira
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp