Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Fortaleza teve o segundo maior número de mortes ocorridas no trânsito em 2015 entre as capitais brasileiras, com 620 casos, atrás apenas de São Paulo (1.082). Foram 23,9 óbitos para cada 100 mil habitantes na capital cearense. A averiguação foi realizada pelo estudo Retrato da Segurança Viária, produzido pela Ambev, em parceria com a consultoria Falconi. O levantamento levou em consideração o total de fatalidades envolvendo veículos no ano de 2015.

A capital cearense, contudo, apresentou números menores que o ano anterior ao abordado pela pesquisa, com uma redução de 17% no total de vítimas.

Outras duas cidades cearenses também aparecem entre aquelas com mais de 20 mil habitantes que tiveram índices mais preocupantes em relação às vítimas do trânsito. Sobral é a segunda cidade do país com o maior índice de óbitos para cada 100 mil habitantes. Foram 253 mortes em 2015, o que representa 125,4 casos para cada 100 mil habitantes. Já Barbalha ocupa a oitava posição nacional, com 50 mortes, equivalentes a 85 óbitos para cada 100 mil habitantes.

Com Informações G1-CE