Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Fortaleza começou avassalador e obrigou Muriel a fazer três grandes intervenções nos três primeiros minutos – foram seis ao todo no jogo. O Fluminense respondeu, mas perdeu chances com Wellington Nem ainda na primeira etapa.

Depois do intervalo, a temperatura diminuiu até Zé Ricardo fazer mudanças ofensivas e colocar Osvaldo na vaga de Juninho. O camisa 11 do Tricolor cearense dava trabalho ao lado de Wellington Paulista, mas o Flu se segurava. Até que, aos 40 da etapa final, o Fortaleza saiu jogando errado e Digão se antecipou. Ele deixou com Caio Henrique, que cruzou e encontrou Nenê no segundo pau. O meia dividiu com a marcação e tocou para o meio para encontrar João Pedro livre e sem goleiro para fazer o gol da partida.

Depois de perder em casa para o lanterna Avaí, o Fluminense conseguiu uma compensação rápida como visitante no Campeonato Brasileiro. Pela 18ª rodada, o Tricolor carioca contou com o brilho de seu goleiro Muriel e com o oportunismo do jovem João Pedro para fazer 1 a 0 no sobre o Fortaleza no Castelão e encerrar a sequência ruim, que era de três derrotas consecutivas.

Agora a distância para sair do Z-4 é um pouco menor: são três pontos para o Cruzeiro, que ainda joga contra o Grêmio na rodada – e vai ficar com um jogo a mais que o Fluminense até a próxima terça, quando o time de Oswaldo de Oliveira fará jogo atrasado contra o Palmeiras.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp