Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Os postos de gasolina de Fortaleza podem ficar sem nenhum combustível ainda neste sábado, 26, de acordo com estimativas do Sindipostos. No sexto dia de greve dos caminhoneiros, que protestam contra o preço dos combustíveis, especialmente do oléo diesel, metade dos 450 postos de gasolina da Grande Fortaleza já estão sem gasolina, de acordo com o Sindipostos. No Ceará, 90% dos estabelecimentos já estão desabastecidos.

“Estamos procurando articular que as companhias nos atendam, mas depende também do poder público”, diz o assessor de Economia do Sindipostos, Antônio José Costa. Neste sábado, 210 mil litros de combustível estão sendo destinados ao Aeroporto de Fortaleza. Outros 90 mil litros devem abastecer frotas de ônibus na Capital. Conforme o assessor do Sindipostos, ainda não há previsão para abastecer postos de combustíveis.

Em todo o Ceará, 90% dos postos estão totalmente sem combustíveis, afirma o vice-presidente do Sindipostos, Paulo Sérgio Vasconcelos. “Alguns postos têm apenas um dos três produtos (etanol, diesel ou gasolina). Até o final do dia, a gente projeta que nenhum posto de Fortaleza fique com algum tipo de abastecimento. As distribuidoras não nos dão esperança”.

Na manhã deste sábado, 26, nos estabelecimentos que ainda tinham o produto, a expectativa era que os combustíveis acabassem até às 12 horas de hoje. Nesses locais, formavam-se longas filas de veículos, alguns deles ficavam frustados ao saber – já no momento de abastecer o veículo – que não havia o combustível desejado.

“Estamos pagando uma conta que não é nossa. Abasteci quatro litros no Peru e paguei algo equivalente a R$ 8. É um absurdo”, reclama o supervisor de geração de energia, Johnson Olivera, que acabara de encher o tanque do seu veículo.

Com informações do Jornal O Povo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp