Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Vinte e quatro, com poucas exceções, é um numeral cardinal que está associado a gays, travestis e trans do gênero feminino. Por que não ressignificar? Assim, surge o blog “Mais que 24”. A página, que acaba de ser lançada, tem como proposta trazer informação, prestação de serviço, artigos de opinião, agenda cultural, saúde e entretenimento não somente para LGBTs, mas para mulheres, negros e outros grupos sociais.

Segundo o jornalista Lucas Memória, a ideia é trabalhar o vinte e quatro não como um número que representa gays, como crescemos acompanhando na escola ou na rua. Isto é uma estratégia para marginalizar este grupo. “Aqui no blog, a ideia é mostrar que existe muito preconceito, mas também existe reação a ele. Temos certeza que o mais que vinte e quatro vai ser um sucesso”, completa Lucas.

De acordo com o jornalista Walesson Guedes, o nome do blog foi pensado para dialogar com todas as denominações de gênero, orientação sexual, racial e religiosa. “Queremos contar com a colaboração dos leitores. Quem tiver algum texto e tiver interesse que seja publicado, o espaço estará aberto e com certeza os devidos créditos serão dados. Nosso princípio é a democracia”, explicou.

Por que 24 é considerado um número gay? Segundo o “Observatório G”, a explicação mais comum é que a classificação aconteça em referência à posição do animal veado no “jogo do bicho”, que foi bastante popular em todo o país.

Mais informações
Instagram: @maisque24