Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com 40% dos casos de dengue concentrados, em Fortaleza nas regionais 1, 5 e 6, a prefeitura vem intensificando o combate ao mosquito Aedes aegypti.

O número de casos confirmados em Fortaleza já chegam, somente neste ano, com quase o dobro dos registrados nesse mesmo período em 2019. Segundo o boletim epidemiológico cerca de 4,8 mil novos casos foram registrados, batendo o número de 2,4 mil do ano passado.

De acordo com o gerente de Vigilância Ambiental e Riscos Biológicos de Fortaleza, Atualpa Soares, a maior concentração ocorre na regional 6, com cerca de 40% dos casos, tornando necessária uma intensificação da prefeitura em ações de enfrentamento a arboviroses com abordagens mais educativas para a população.

“Cerca de 80% dos criadouros do mosquito vetor das arboviroses estão nos domicílios e isso costuma ser mitigado com a ação direta dos agentes de endemias. ” explica Atualpa sobre o combate ao inseto.

Os agentes são orientados, devido à pandemia do novo coronavírus, a não entrar em imóveis com pessoas que declarem ser sintomáticas do vírus covid-19.

“Os profissionais entram somente naqueles em que os moradores não têm sintomas. E em casas com espaço externo, quintal, varanda, que a gente possa acessar sem contato com o proprietário, a gente faz algum trabalho. Coloca larvicida, busca foco”. continua, Atualpa.

PREVENÇÃO:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp