Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Fortaleza terá voos internacionais diretos para 11 cidades do mundo a partir deste ano. Conforme a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), três novos destinos estão confirmados e entram em operação em 2018 – Paris, Amsterdã e Orlando. Com isso, a capital passa das oito atuais partidas internacionais semanais para 33 conectando-se a países da Europa, África e Américas do Norte e do Sul, podendo a chegar a 35, se mais duas frequências semanais para a Cidade do Panamá forem confirmadas em 2018. (ver tabela abaixo)

O aumento na oferta de voos internacionais ocorreu após o anúncio da instalação de um centro de conexões aéreas da empresas Air France, KLM e Gol em Fortaleza. O hub entra em operação em maio deste ano no Aeroporto de Pinto Martins, que agora é administrado pela empresa alemã Fraport.

Os quatro novos destinos a partir do Aeroporto Pinto Martins são:

-Paris, capital da França;
-Amsterdã, capital da Holanda;
-Orlando, no estado da Flórida, nos EUA;
-Cidade do Panamá, capital do Panamá. (ainda em negociação)

A GOL Linhas Aéras anunciou nesta segunda-feira (15) que também irá operar voos diários do Aeroporto Pinto Martins para as cidades de Miami e Orlando, nos Estados Unidos. O início da conexão entre o Ceará e o estado da Flórida será no dia 4 de novembro deste ano

Para a Setur, os novos voos representam mais mercados comerciais abertos. “Com o aumento previsto na quantidade de visitantes, nacionais e estrangeiros, a expectativa é que haja um incremento não só na área do turismo, como no campo de capacitação e oportunidades de negócio para os cearenses”, informou a pasta, em nota.

Aeroporto Pinto Martins passou a ser administrado pela empresa alemã Fraport. (Foto: Gioras Xerez/G1) Aeroporto Pinto Martins passou a ser administrado pela empresa alemã Fraport. (Foto: Gioras Xerez/G1)
Aeroporto Pinto Martins passou a ser administrado pela empresa alemã Fraport. (Foto: Gioras Xerez/G1)

França e Holanda

A empresa aérea Joon, pertencente à Air France-KLM, inicia as operações com voos para Paris e Amsterdã no dia 6 de maio. Serão cinco voos operados pela companhia por semana, sendo dois para a capital francesa e três para capital holendesa.

Conforme a Air France-KLM, o voo para a França sai de Fortaleza às 19h35 e tem previsão de chegada no Aeroporto de Paris-Charles de Gaulle às 9h30 do dia seguinte. Já o voo de volta sai às 13h10 de Paris e chega à capital cearense às 17h35 do mesmo dia.

Os voos serão operados por uma aeronave da Joon às sextas-feiras e aos domingos, com capacidade para 278 lugares, sendo 30 na classe “Business Class”, 21 na “Premium Economy” e 227 em “Economy”. Em uma consulta no site, passagens ida e volta para Paris para um adulto, com saída no dia 1º de junho de Fortaleza e retorno no dia 15 de junho, custa atualmente R$ 3.146 (com todas as taxas incluídas).

Já os três voos na rota Fortaleza-Amsterdã serão operados às segundas, quintas e aos sábados, por um avião com capacidade para 268 lugares. Serão 18 passageiros na classe “Business Class”, 35 em “Economy Comfort” e 215 em “Economy”.

Os limites de bagagem, valores de passagens e detalhes sobre as refeições que serão oferecidas nos voos pela Joon não foram divulgados pela companhia aérea.

Novos voos para os EUA

A empresa Latam Airlines Brasil passa a operar, a partir do dia 5 de julho, dois voos semanais ligando Fortaleza a Orlando, nos Estados Unidos. As viagens serão realizadas em aeronaves Boeing 767, que acomodam 220 passageiros em classe “Economy” e 18 em “Premium Business”.

A Latam já iniciou a comercialização das passagens. Conforme a companhia aérea, a viagem na rota Fortaleza-Orlando custa a partir de R$ 2.395,01 (ida e volta, com taxas inclusas e dólar com câmbio a USD 3,3200, de 27/12/17). Esses valores valem para viagens entre 26 de julho e 9 de agosto.

Além disso, a partir do dia 2 de maio de 2018, a Latam vai operar uma segunda frequência semanal na rota Fortaleza-Miami-Fortaleza, com aeronaves modelo Boeing 767, que acomodam 238 passageiros. Atualmente, esse trajeto é realizado uma vez por semana. As passagens de ida e volta estão sendo vendidas a partir de R$ 2.461,41.

A Latam Airlines afirmou, em nota, que Fortaleza é a cidade com maior investimentos da companhia na região Nordeste. “O Nordeste precisa ser mais do que um simples ponto de conexão com empresas parceiras de outros continentes. Com voos diretos próprios, vamos aproximar ainda mais a região de outros destinos no mundo”, afirmou Jerome Cadier, CEO da Latam.

A TACV tem um voo semanal saindo de Fortaleza para Ilha de Santiago (Praia), decolando às 23h15. A partir do dia 2 fevereiro, a empresa vai ofertar mais duas frequências: quarta-feira, decolando às 00h40, com destino Ilha do Sal e com conexão para Lisboa, e às sextas, com partida às 00h40 com destino Ilha do Sal e com conexão para Paris. O aeroporto da Ilha do sal vai funcionar como um hub para a empresa a partir de fevereiro, que planeja mais um voo com conexão para Malpensa (Itália), segundo o gerente operacional da empresa no Brasil, Luiz Eduardo Rodrigues.

Cidade do Panamá

A empresa Copa Airlines está em negociação com o Governo do Ceará para realizar duas frequências semanais entre Fortaleza e a Cidade do Panamá, capital do Panamá. Conforme a Secretaria de Turismo do Ceará, a partir desses voos os viajantes terão conexões com mais de 30 países das Américas. Porém, ainda não há confirmação desse conexão. A ligação com a cidade do Panamá permitiria que tenhamos acesso imediato a mais de 30 países das Américas do Norte, do Sul e Central, além do Caribe.

Além dos novos voos, Fortaleza já tinha operação para outras três cidades da Europa: Lisboa (Portugal), Milão (Itália) e Frankfurt (Alemanha); três da América do Sul: Bueno Aires (Argentina); Caiena (Guiana Francesa) e Bogotá (Colômbia) ; África: Praia (Cabo Verde) e América do Norte: Miami.

Crescimento no turismo

O número de conexões internacionais deve alavancar a economia de Fortaleza. O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Manoel Linhares, diz que o turismo impacta, de forma dreta ou indireta, 54 setores diversos.

“O turismo pode ser apontado como a indústria que mais gera riquezas, pois impacta diretamente na economia. Quando o turismo está bem, todos vão bem: o artesão, os hotéis, os taxistas. Por isso que o turismo tem que ser sempre melhor divulgado”, comentou.

O presidente da ABIH acrescenta que Fortaleza tem tudo para se tornar a principal porta de entrada de turistas no Brasil. “Com a chegada do hub, a localização da cidade, as praias, a entrada do turismo internacional tem que ser Fortaleza, no Ceará.

A Secretaria de Turismo afirma que as novas conexões e hub de Fortaleza podem conectar o estado com mais de mil outros destinos. “Nós poderemos ter pessoas vindo da Rússia, da Ásia, chegando a Fortaleza. Por isso, em 2018, vamos continuar focando na promoção do Ceará nos mercados prioritários (Portugal, Alemanha, Itália, Colômbia, EUA, Argentina, Guiana Francesa e Cabo Verde, que já temos voos diretos) e agora nos dois novos mercados internacionais: França e Holanda”, disse a Setur.

A Setur estima que o número de passageiros que utilizam o Aeroporto Pinto Martins por ano dobre, após a entrada da Fraport. Atualmente, aproximadamente 6 milhões de pessoas passam pelo aeroporto.

Com informações G1