Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O deputado federal Heitor Freire (PSL) acompanhou, nesta sexta-feira, ao lado do ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, na cidade de Salgueiro, em Pernambuco, o reacionamento da estação EBI-3 da transposição do Rio São Francisco. A estação é responsável por impulsionar a água para o território cearense.

“O Ceará será o maior beneficiado com essas águas. A gente sabe da necessidade do Ceará e por isso temos trabalhado. O presidente Jair Bolsonaro tem investido, apesar das dificuldades, e agora as águas vão chegar até Jati, e de lá seguir para o Cinturão das Águas, depois o Castanhão e toda a Região Metropolitana de Fortaleza’’, anunciou Gustavo Canuto, ao falar sobre o compromisso do Governo Federal com a Região Nordeste.

O deputado federal Heitor Freire definiu o reacionamento da estação, com o bombeamento de águas em direção ao Estado do Ceará, como verdadeiro marco histórico na área hidrica.

O ministro Canuto assumiu esse compromisso com o nosso mandato e hoje estamos aqui cumprindo a promessa e acionando as bombas que levarão as águas do São Francisco para o nosso Ceará, observou Freire, ao dizer que a parte do Governo Federal foi feita e que, a partir deste momento, a responsabilidade é com o Governo do Estado.

Heitor Freire não definiu o que seria responsabilidade, mas, após falar sobre a transposição, fez referência ao Cinturão das Águas, conjunto de canais construído pelo Governo do Estado para distribuir as águas do São Francisco para todas as regiões do Interior do Ceará e a Grande Fortaleza.

Nós vamos continuar com os repasses e fiscalizar para que o mais rápido possível essa água esteja no Cinturão das Águas para beneficiar todo o povo cearense, ressaltou.

Segundo, ainda, Heitor Freire, o Dique de Negreiros foi religado depois de ter apresentado falhas e vazamentos no ano passado. O dique, conforme enfatizou, após a vistoria da comitiva que acompanhou o ministro, está em pleno funcionamento. A partir daí, as águas serão enviadas por uma rota que compreende cerca de 60 km, incluindo dois açudes, até o reservatório de Jati, primeira cidade cearense a receber a água. A previsão é que isso aconteça até março de 2020.

(*) Com informações do gabinete do deputado federal Heitor Freire (PSL)

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp