Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Frente Parlamentar Ambientalista discute nesta quarta-feira (4) a análise dos dados inseridos no Cadastro Ambiental Rural (CAR), uma das etapas da implantação do Código Florestal. O código foi aprovado em 2011 e o cadastro é uma das suas principais inovações. Permite ao poder público gerir a ocupação e o uso do solo.

O debate é uma parceria com o Observatório do Código Florestal, rede de organizações da sociedade civil. Especialistas da entidade apontam que a análise dos dados do CAR conta com alguns filtros automáticos, mas depende de verificação individual por analistas, o que demanda pessoal qualificado e tempo.

De acordo com a secretária-executiva do Observatório, Roberta del Giudice, apresentam pendências, por exemplo, 27% dos cadastros da Amazônia Legal, que correpondem a 80% da área da região.

Convidados
O debate será realizado a partir das 10h, pelos canais da Frente Parlamentar Ambientalista no YouTube e Facebook.

São convidados:
– a secretária-executiva Observatório do Código Florestal, Roberta del Giudice;
– o professor de Gestão Ambiental da UFMG e coordenador do Laboratório de Gestão de Serviços Ambientais, Raoni Rajão;
– a coordenadora do Instituto Centro de Vida, Ana Paula Valdiones;
– o secretário-adjunto de Gestão e Regularidade Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) do Pará, Rodolpho Zahluth Bastos; e
– o diretor Iniciativa Verde, Membro do Coletivo Mais Florestas PRA-SP, Roberto Resende.

(*)com informação da Agência Câmara de Notícias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp