Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Desde sexta-feira (20), já aconteceram no Estado pelo menos 26 ataques criminosos no Sertão Central, Fortaleza e Região Metropolitana. Em todos os casos, homens colocaram fogo em veículos. Os alvos são ônibus do transporte público, caminhões e carros particulares, veículos da Enel e da Cagece.

Dois prédios públicos foram atacados em Fortaleza e no interior do Estado na noite desta segunda-feira (23) e somaram pelos menos 16 ataques no dia de ontem e um na madrugada de hoje terça-feira (24). Os alvos foram o prédio da 15ª Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal, no Bairro Vila Velha, na capital e a garagem da prefeitura do município de Jucás. Oito pessoas foram presas e dois adolescentes apreendidos por envolvimento nas ações criminosas. Quatro foram capturados no domingo e três nesta segunda-feira. Outras cinco pessoas já foram identificadas pelas forças de segurança.

Por conta desses acontecimentos, a frota de ônibus disponível em Fortaleza e Região Metropolitana será reduzida, segundo o Sindiônibus, Etufor e Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS). Por motivo de segurança, o transporte público está “operando com o acompanhamento e a segurança da Polícia Militar”, de acordo com nota conjunta desses dois órgãos e do sindicato.

A Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) divulgou as decisões que serão tomadas para combater os ataques.  Elas são, a convocação de policiais militares que estavam de férias para reforçar o policiamento ostensivo. Servidores que estavam em cursos tiveram as aulas suspensas para voltarem a serviço.

A frota de ônibus será acompanhada de agentes da Polícia Militar para garantir a segurança dos passageiros.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp