Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Cinco cidades do Ceará – Fortaleza, Caucaia, Maracanaú, Sobral e Juazeiro do Norte –, recebem, a partir desta sexta-feira, 3.100 militares do Exército Brasileiro que irão atuar para garantir a segurança do processo de votação e apuração do resultado das eleições de 2018.

A operação do Exército tem a coordenação do general Cunha Matos, da 10ª Região Militar de Fortaleza. Em entrevista aos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na edição desta sexta-feira, 5, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), o general Cunha Matos falou sobre como será a atuação das tropas do Exército nas cinco cidades do Ceará que mereceram atenção especial da Justiça Eleitoral durante o pleito deste ano.

Cunha Matos destacou que uma parte dos militares que vão atuar para garantir a segurança do pleito deste ano no Ceará vem da 10ª Brigada Militar do Recife e de municípios como Petrolina, Salvador e Garanhuns. O general esclareceu que a maior preocupação do comando da operação é com os municípios de Caucaia e Maracanaú, segundo e quatro maior colégios eleitorais do Ceará, respectivamente, e com Fortaleza, maior colégio eleitoral do Estado, com mais de 1,7 milhão de eleitores.

O general Cunha Matos ainda pontua que a atuação das tropas vai do início da votação, às 8h, até o fim da apuração dos votos, ou seja, não se encerra com o fim das votações, às 17h. Cunha Matos lembrou, porém, que o Exército não vai estar nas ruas para garantir a lei e a ordem, mas apenas para garantir a segurança da votação e coibir crimes eleitorais.

Vale lembrar que o reforço na área de segurança foi solicitado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) e tem por objetivo inibir a atuação do crime organizado e dar mais tranquilidade aos eleitores, candidatos e servidores da Justiça Eleitoral.

Confira no player abaixo a entrevista completa com o coronel Cunha Matos na íntegra:

CUNHA MATOS – GENERAL DA 10ª REGIÃO MILITAR