Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador Camilo Santana determinou nesta terça-feira (24), durante o segundo dia de reunião de Monitoramento de Ações e Projetos Prioritários (Mapp), a gratuidade para a retirada do Bilhete Único Metropolitano. Quando o benefício foi lançado, em abril do ano passado, o usuário era obrigado a realizar a primeira recarga de crédito no valor de R$ 7,20.

“É muito gratificante ver que 3,5 milhões de viagens já foram realizadas com o Bilhete Único Metropolitano. São mais de 53 mil usuários que podem ter uma economia de até R$ 120 por mês. Estamos concedendo mais este benefício, da gratuidade, para que o número de passageiros aumente cada vez mais”, citou o governador Camilo Santana.

Municípios

O Bilhete Único Metropolitano pode ser usado nas linhas intermunicipais de 15 municípios da RMF: Caucaia, São Gonçalo do Amarante, Maracanaú, Maranguape, Guaiúba, Pacatuba, Aquiraz, Eusébio, Horizonte, Itaitinga, Pacajus, Chorozinho, Cascavel e Pindoretama, além de Fortaleza. O sistema é gerido pela Secretaria das Cidades, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Para mais informações sobre a documentação necessária e postos de cadastramento, o usuário pode acessar o site www.bilheteunicometropolitano.ce.gov.br/

Encontro com secretários

Nos últimos dois dias, o governador Camilo Santana e a vice-governadora Izolda Cela reuniram secretários e presidentes dos órgãos vinculados para avaliar o ano passado e projetar os principais investimentos para 2017. “Esses dois dias foram muito positivos, já que definimos quais são as prioridades, projetos, metas, convênios com o Governo Federal, recursos de financiamento de empréstimo e a velocidade das obras do Estado”, disse ele.

Entre os projetos discutidos durante a reunião, estão a construção de novas escolas profissionalizantes e a migração do ensino médio para tempo integral; a autorização para a compra de 140 novas motos para o batalhão do Raio; obras de infraestrutura hídrica como o Cinturão das Águas, entre outras.

Sobre o Mapp

O Governo do Ceará instituiu o Monitoramento de Ações e Projetos Prioritários Mapp, através da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag) e por solicitação do então governador Cid Gomes em 2007. A ferramenta tem o objetivo de, sob a coordenação do chefe do Executivo, gerenciar a planilha de projetos e a implantação do planejamento das ações no âmbito estadual.

O Mapp reúne demandas a serem executadas por todas as secretarias e órgãos do Estado, e funciona por meio de módulos de planejamento, acompanhamento gráfico, monitoria e consulta. Durante o ano, as ações de cada parte da gestão estadual são monitoradas por equipe da Seplag.

Por meio do sistema online, é permitido ao governador o melhor acesso a todos os projetos, facilitando a avaliação constante das ações do Governo em execução. Em cada grande projeto são instaladas câmeras que trazem com detalhes em tempo real o cotidiano das intervenções realizadas nos municípios cearenses.

Com informação da A.I