Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governador do Ceará, Camilo Santana, e de mais 25 estados enviaram uma carta ao governo federal para pedir a adoção de medidas emergenciais diante da crise do novo coronavírus. Entre elas estão o aporte de recursos no valor de R$ 4,50 per capita para financiar atendimentos emergenciais de saúde, criação de leitos de UTI, além da compra de kits para detecção do novo coronavírus.

Os governadores pedem também a suspensão do pagamento de dívidas dos estados com a União, a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil e o Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES), pelo período de 12 meses.

Além disso, a carta solicita a aplicação imediata da lei que institui a renda básica de cidadania, para amparar a população economicamente vulnerável. O documento foi idealizado pelo Fórum Nacional de Governadores, coordenado pelo chefe do Executivo do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB). No documento, o grupo afirma que a adoção das medidas é “imperiosa”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp