Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), desistiu de participar da posse de Jair Bolsonaro nesta terça-feira, 1º.

O motivo alegado pela assessoria de Zema é a falta de um voo de carreira que faça a tempo o percurso entre Belo Horizonte, onde ele toma posse pela manhã, e Brasília, onde a cerimônia deve começar às 15 horas.

Zema poderia usar uma aeronave do Estado, mas quer evitar gastos extras. Minas enfrenta uma das maiores crises fiscais da sua história. 

O futuro governador mineiro foi eleito com o discurso sobre a necessidade de austeridade nas contas públicas, bem como a associação com a imagem de Bolsonaro ainda no primeiro turno. 

Com informações Estadão

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp