Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo do Estado decidiu ampliar as atribuições das 10 Delegacias de Defesa da Mulher (DDM) do Estado. As especializadas agora poderão atuar  em todos os casos de violência sexual contra as mulheres, exceto quando oc rime se tratar de tráfico de pessoas.

Com essa mudança, as mulheres serão orientadas a denunciar o crime na própria Delegacia. Anteriormente, as vítimas tinham que denunciar em uma delegacia comum e os inquéritos podiam ser localizados nas delegacias das áreas onde aconteceram as ocorrências.

Essa mudança no atendimento a mulher vitima de violência, é fruto do trabalho realizado entre o Grupo de Trabalho das Delegadas de Defesa da Mulher do Gabinete do Governador e Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O delegado geral da Polícia Civil, Everardo Lima, observa que a assinatura reitera que a violência sexual contra a mulher necessita de um outro olhar do Poder Público.