Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério da Agricultura anunciou a liberação de mais 63 agrotóxicos. Dessa quantia, 2 são princípios ativos (que servirão de base para produtos inéditos) e 5 são novos produtos que estarão à venda. Os demais 56 são genéricos de pesticidas que já existem no mercado.

As autorizações foram publicadas no Diário Oficial da União. Com a nova adição de substância, o total de agrotóxicos liberados chega a 325, superando o volume do mesmo período de 2018, quando houve 309 registro. Neste ritmo, a liberação segue sendo a mais alta da série histórico do Ministério desde 2005.

Do total de produtos registrados em 2019, 185 são produtos técnicos, ou seja, destinados exclusivamente para o uso industrial. Outros 140 são produtos formulados, aqueles que já estão prontos para serem adquiridos pelos produtores rurais mediante a recomendação de um engenheiro agrônomo. Destes, 14 são produtos biológicos e orgânicos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp