Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Foi realizada, na tarde desta terça-feira (20), no Palácio da Abolição, uma reunião entre Nelson Martins, secretário-chefe da Casa Civil, e representantes dos servidores estaduais ligados à saúde, educação, segurança e demais áreas. Em pauta, a elaboração de uma mensagem que trata da manutenção do plano de saúde do Estado.

Como resultado, foi criado um conselho gestor, composto por quatro representantes indicados pelo Governo e três indicados pelos servidores, tendo ficado acordado que o Governo ficará responsável pela folha do Instituto de Saúde dos Servidores do Estado do Ceará – ISSEC, com recursos próprios do Estado. A reunião contou com a presença do secretário estadual da Saúde, Henrique Javi.

“Sob a orientação do governador Camilo Santana e a coordenação do secretário Maia Júnior, do Planejamento, foi fechado um acordo com representantes dos servidores, onde o Estado entrará com um valor anual de R$ 120 milhões destinados à saúde dos servidores do ISSEC por fora, com recursos próprios do Estado. Assim, vamos preparar uma mensagem de lei, em comum acordo com servidores e Seplag, para o governador Camilo assinar e encaminharmos o mais rápido possível para a aprovação na Assembleia Legislativa”, explicou Nelson Martins.

De acordo com o secretário geral do Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc), Helano Maia, “essa luta em favor da revitalização e melhoria do ISSEC vem de muito tempo e conseguimos elaborar uma proposta. Conseguimos que o governo destinasse esses R$ 120 milhões somente para a saúde dos servidores e a folha de pagamento será a parte. Isso é muito importante, pois torna o modelo mais atrativo, com um atendimento de saúde com qualidade infinitamente superior ao que se tem hoje”, comemorou.