Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A partir de agora, todos os servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran) que atingirem os pré-requisitos para progressão de carreira serão promovidos. O Governo do Ceará, atendendo a uma demanda antiga da categoria, enviou para a Assembleia Legislativa um projeto de lei que retirou um fator limitante, previsto no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que restringia o benefício a apenas 60% dos servidores de carreira do órgão.

A nova lei foi votada e aprovada nesta quinta-feira (30) pelos deputados e é válida para todos que estão na ativa no órgão.

Em 2015, primeiro ano da gestão do governador Camilo Santana, o PCCS foi criado, atendendo às reivindicações da categoria e trazendo um ganho real de 40% no salário dos servidores. Na mesma época, foi realizada a ampliação da jornada de trabalho de 30 para 40 horas semanais, que também trouxe um impacto positivo na remuneração.

“Com o apoio do Governador Camilo Santana e diálogo permanente com a categoria, temos melhorado em muito as condições de trabalho e remuneração dos nossos servidores”, explica Igor Ponte, superintendente do Detran do Ceará.

Em 2017, o órgão realizou concurso público com 383 novas vagas em diferentes níveis. “Estávamos há mais de 30 anos sem concurso próprio e, com autorização do Governo, ampliamos o nosso quadro. Temos atualmente novos servidores contratados e treinados atuando nas 15 regionais espalhadas pelo interior, melhorando assim nosso atendimento ao cidadão”, conclui Igor Ponte.