Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo do Ceará criou nesta quarta-feira (30), no Palácio da Abolição, em Fortaleza, a Fundação de Saúde do Ceará (Funsaúde). A ideia é que, em cada uma dessas, 90% das demandas de saúde da população sejam resolvidas na própria região. De acordo com o governador, Camilo Santana, está sendo ampliado os hospitais e Samu’s, além de trabalhar no fortalecimento dos consórcios públicos de saúde.

Na ocasião, o governador Camilo Santana aproveitou a transmissão por suas redes sociais para apresentar e empossar os integrantes das diretorias e conselhos da entidade.

A cargo da fundação ficará a gerência dos serviços assistenciais do Estado, visando fomentar a promoção e execução dessas ações de maneira regionalizada dentro do Sistema Único de Saúde, destacou Camilo Santana.

A Funsaúde é a concretização de um planejamento que vem sendo feito desde o início do ano passado com o objetivo de ampliar a oferta de atendimento em consonância com uma melhor qualidade.

Desde o início de 2019 estamos construindo um Plano de Modernização da Saúde pública do Ceará que possa integrar melhor com os equipamentos da União, se aproximar mais do cidadão, acolher melhor as pessoas, dar mais eficiência. O papel da fundação é agilizar e proporcionar melhores condições para executar os trabalhos de saúde nos nossos equipamentos de saúde, de forma mais rápida e inteligente, ressaltou o chefe do Executivo estadual.

Para chegar a esses resultados, a Fundação de Saúde abrirá processo seletivo público para o preenchimento de vagas.

Para o secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, a Funsaúde “é um ponto fundamental e estratégico para todo um plano do Governo e da Secretaria da Saúde para a estruturação da saúde do Ceará, que tem como marca a questão da transparência, valorização das pessoas e empreendedorismo na área, que inclui ciência, tecnologia, formação”.