Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Grana extra

Os saques do PIS/Pasep de 2017 começarão no dia 27 de julho, para aniversariantes deste mês, e seguem até 29 de junho de 2018. Este ano, receberão o dinheiro extra trabalhadores nascidos entre julho e dezembro. Em 2018, o benefício será pago a quem faz aniversário entre janeiro e junho. O calendário foi divulgado, segunda-feira (3). Têm direito ao benefício trabalhadores cadastrados no PIS há pelo menos cinco anos e que tenham recebido remuneração média de até dois salários mínimos em 2016.

Mar está para peixe

A Associação dos Permissionários do Mercado, dos Peixes alimenta uma expectativa otimista para a alta estação, com aumento das vendas entre 15% a 20%, considerando que julho é um dos melhores meses do ano para os comerciantes. Segundo a associação, desde a entrega do novo mercado em março do ano passado, após ter sido reformado pela prefeitura, as vendas aumentaram em mais de 40%.

Leite bom

A Prefeitura de Horizonte vai distribuir, semanalmente, a partir desta quarta-feira, mais de 1.800 litros de leite caprino para 14 entidades municipais, entre elas Cozinha Comunitária, hospital municipal, creches e escolas. O produto é comprado dos pequenos produtores locais. O programa reforça a alimentação de pessoas em situação de vulnerabilidade social, bem como fortalece a produção de leite e a agricultura familiar.

Campo em festa

O agricultor brasileiro já pode contar com recursos para financiar a próxima safra agrícola. São R$ 190,25 bilhões

destinados pelo governo federal a operações de custeio, comercialização e investimento, por meio do Plano Safra 2017/2018. Para ajudar os agricultores a custear a safra, é disponibilizado crédito em linhas com recursos obrigatórios, livres e do BNDES. O produtor interessado deve verificar se seu banco oferta linhas de crédito do plano.

Juros caem

O Plano Safra 2017/2018 reduziu em 1 ponto percentual ao ano as taxas de juros das linhas de custeio e de investimento e de 2 pontos percentuais ao ano, as dos programas voltados à armazenagem e à inovação tecnológica na agricultura. No crédito de custeio e de investimento, os juros caíram de 8,5% ao ano e 9,5% ao ano para 7,5% e 8,5%, à exceção do PCA (Programa de Construção de Armazéns) e do Inovagro (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária), nos quais a taxa será 6,5% ao ano.

Sinal de vida

Após cair 3,1% em abril deste ano, o faturamento da indústria voltou a crescer em maio. O índice acompanhou o resultado positivo mensal observado em todos os demais itens da pesquisa Indicadores Industriais, divulgada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria). Segundo a entidade, em maio, o faturamento real da indústria aumentou 5,5% em comparação a abril deste ano. Já em relação ao mesmo mês de 2016, o crescimento foi 2,5%. Apesar disso, se forem somados os resultados dos cinco primeiros meses de 2017, o setor continua amargando um faturamento 5,7% menor que o registrado no mesmo período de 2016.

Made in Brazil

Beneficiada pela recuperação do preço das commodities (bens primários com cotação internacional), a balança

comercial brasileira fechou o primeiro semestre com o melhor saldo da história para o período. Nos seis primeiros meses do ano, o Brasil exportou US$ 36,219 bilhões a mais do que importou.

Made in Brazil 2

De janeiro a junho, o saldo da balança comercial acumula alta de 53,1% em relação ao primeiro semestre do ano passado. Somente em junho, as exportações superaram as importações em US$ 7,195 bilhões. O saldo é o melhor para o mês e o segundo mais alto para toda a série histórica, só perdendo para os US$ 7,661 bilhões registrados em maio deste ano.

Made in Brazil 3

Nos seis primeiros meses do ano, as exportações somaram US$ 107,714 bilhões, o quinto melhor primeiro semestre da história, com crescimento de 19,3% pela média diária em relação ao mesmo período do ano passado. As importações totalizaram US$ 71,495 bilhões, alta de 7,3% também pela média diária. Apenas em junho, o país exportou US$ 19,788 bilhões e comprou US$ 12,593 bilhões do exterior.

Nome sujo

Uma nova pesquisa do Serasa Experian indicou que 61 milhões de brasileiros estão com nome sujo na praça. De acordo com a entidade, trata-se de um novo recorde na série histórica, iniciada em 2012. Entre abril e maio, mais 900 mil pessoas atrasaram o pagamento de contas e foram incluídas na lista de devedores.

Devo, não nego…

Com o aumento do desemprego e a queda da renda das famílias, cada vez mais consumidores deixam de pegar

dívidas como empréstimos pessoais, faturas do cartão de crédito e contas de luz e telefone. Segundo o IBGE, o país tinha 13,8 milhões de desempregados no trimestre encerrado em maio.

Borrachudo

Em maio, as dívidas em atraso alcançaram R$ 274,6 bilhões em maio, de acordo com os cálculos do Serasa, informou a Folha de S. Paulo. No cheque especial, por exemplo, a inadimplência subiu de 15% para 15,5% em maio. No rotativo, foi de 34,4% para 38%, diz o BC.

Abuso

A Secretaria Nacional do Consumidor, órgão ligado ao Ministério da Justiça, determinou que a cobrança diferenciada entre homens e mulheres feitas em baladas é uma prática ilegal. A secretaria publicou uma orientação para restaurantes, bares e casas noturnas, alegando que a diferenciação no preço é uma “afronta ao princípio da dignidade da pessoa humana”, classificando a ação como uma “prática comercial abusiva”.

É Fantástico!

A medida, que passa a valer daqui a um mês, é consequência de uma série de debates levantados sobre o assunto, principalmente após a reportagem do ‘Fantástico’, da Rede Globo, no domingo, 25. Segundo a denúncia, baladas distribuídas pelo Brasil têm a prática de cobrar um preço mais baixo para mulheres, para incentivar a presença do público feminino.