Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A paralisação das atividades nas agências do INSS ganhou adesão de 90% dos servidores da previdência social em todo o Brasil. A informação é da Diretora do Sinprece (Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde, Trabalho Previdência Social no Estado do Ceará), Elenir Pereira, em entrevista, nesta quinta-feira, ao Jornal Alerta Geral.

Os servidores decidiram entrar em greve após o silêncio do Governo Federal sobre as reivindicações para melhores condições de trabalho. Segundo Elenir Pereira, o INSS enfrenta, desde 2015, redução no quadro de pessoal e, sem estrutura, o atendimento a população vem sendo comprometido. Ela disse que, atualmente, são quase 2 milhões de pedidos de benefícios em análise e, com a falta de servidores, é inevitável maior agilidade para responder aos segurados e beneficiários.

PARALISAÇÃO DOS PERITOS


Elenir Pereira, ao ser questionada pelo jornalista Beto Almeida em relação aos serviços de perícia, revelou que os médicos estão, também, com indicativo de greve.. Os médicos peritos chegaram a suspender atividades no mês de fevereiro deste ano e andam descontentes com a falta de resposta aos pedidos de melhoria de condições de trabalho.

REDE DE COMUNICAÇÃO


O Jornal Alerta Geral é gerado pela Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza, tem transmissão pelas redes sociais do @cearaagora e por mais 22 emissoras de rádio no Interior do Estado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp