Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Um grupo solidário tem implantado pias móveis nas ruas do Centro de Fortaleza para ajudar pessoas em situação de rua durante a pandemia do novo coronavírus. A ação é realizada pelo Coletivo Arruaça, em parceria com várias instituições cearenses. Até o último dia 11, três equipamentos foram inaugurados e atendem, pelo menos, 400 pessoas diariamente desde então.

O projeto de higienização comunitária, nomeado de “Mó Limpeza”, foi formado através de um outro projeto, o “Rede Rua”, no qual várias ONGs participam. “Essa ação das pias tem o intuito de garantir o acesso de higienização para essas pessoas. É uma questão de igualdade e acesso. É um direito delas já, mas que em um momento como esse, se torna ainda mais necessário”, explica um dos responsáveis do Coletivo Arruaça, André Luis Foca.

Por atuar em frentes de solidariedade desde o início da pandemia na cidade, com a distribuição de alimentos, em meados de março, André afirma que observava as mãos das pessoas que recebiam as quentinhas e percebeu a necessidade do acesso aos meios de prevenção ao vírus.

As pias móveis estão na Praça do Liceu do Ceará, outra na calçada de uma loja de materiais de construção na avenida Tristão Gonçalves. A terceira pia é disponibilizada no Grupo Espírita Casa da Sopa, na rua da Assunção, sempre que há distribuição de alimentos para a comunidade no local.

Para além do período de pandemia, André considera que as pias podem permanecer e oferecer mais limpeza a quem está nas ruas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp