Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O trabalho remoto tem sido cada vez mais comum para muitos cearenses, que tiveram que se afastar das atividades presenciais em suas empresas devido ao isolamento social  por conta da pandemia da Covid-19. O novo formato de trabalho exige cuidados, principalmente em relação segurança de dados, que agora não são acessados apenas no ambiente da empresa.

De acordo com o estudo da Kaspersky sobre o home office, que destaca a importância da conscientização de segurança em pequenas empresas, 58% dos funcionários de pequenas empresas no Brasil não receberam equipamentos corporativos para o trabalho em casa, ou seja, estão usando seus computadores, celulares ou tablets pessoais para acessar informações confidenciais da sua organização.

Um dos resultados aponta que apenas quatro em cada dez funcionários brasileiros (44%) de pequenas empresas receberam instruções de segurança para trabalhar remotamente com seus laptops, tablets e smartphones pessoais durante o isolamento social – apesar de mais dados comerciais estarem sendo acessados fora da rede corporativa da empresa.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp