Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Policiais do Batalhão de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) do município de Eusébio apreenderam na noite desta quarta-feira (5), durante operação de rotina no bairro Novo Portugal, R$ 73.021,95 em espécie, medicamentos e material de campanha. O dinheiro e todo o material estava em um veículo conduzido por Mauro Henrique Nascimento Ramalho, que foi conduzido para a Delegacia Metropolitana do Eusébio (DME), sob suspeita de praticar crime eleitoral.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) confirma a ocorrência e informou, por meio da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), que a ação foi realizada por equipes da Polícia Militar do Ceará na Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13), no Eusébio.

De acordo com a SSPDS, a composição realizava patrulhamento no município, quando avistou um veículo e resolveu abordá-lo. No carro, os militares encontraram milhares de remédios, santinhos de um candidato a deputado federal e mais de R$ 70 mil em espécie. O homem foi conduzido para a DME, onde prestou esclarecimentos sobre o dinheiro e os remédios e foi liberado. Um Boletim de Ocorrência foi registrado. O material de campanha ficou apreendido.

Embora a nota da SSPDS não faça referëncia ao autor dos santinhos apreendidos, o material de campanha apreendido pertence ao candidato a deputado federal Roberto Pessoa, atual vice-prefeito de Maracanaú. Um ofício foi encaminhado à Polícia Federal, instituição responsável por investigar crimes eleitorais, solicitando a apuração do caso.

A assessoria de imprensa do candidato Roberto Pessoa negou, por nota, o envolvimento do político com o homem detido.

A assessoria de imprensa do candidato Roberto Pessoa negou relação com o homem detido. “Tomamos conhecimento, por meio das redes sociais, que circulam imagens de uma suposta apreensão (…) Desde já, a Coordenação da Campanha se coloca à disposição das autoridades para qualquer esclarecimento e para auxiliar a apurar o acontecimento, que claramente tenta prejudicar a imagem do candidato Roberto Pessoa, que tem uma vida pública construída dentro da legalidade, da ética e da seriedade