Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Entre 2003 e 2019, a quantidade de pessoas obesas com 20 anos ou mais de idade do país mais que dobrou, passando de 12,2% para 26,8%. Já a obesidade feminina passou de 14,5% para 30,2%, acima da masculina, que subiu de 9,6% para 22,8%.

A proporção de pessoas com excesso de peso na população com 20 anos ou mais de idade subiu de 43,3% para 61,7% nos mesmos 17 anos. Entre os homens, foi de 43,3% para 60% e, entre as mulheres, de 43,2% para 63,3%.

Os dados são do segundo volume da Pesquisa Nacional de Saúde 2019, e foram divulgados nessa quarta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. É considerado como excesso de peso o índice de massa corporal maior do que 25. A pessoa obesa tem IMC maior do que 30. O IMC é calculado pelo peso em quilograma dividido pelo quadrado da altura em metro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp