Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Iguatu é um dos municípios cearenses mais afetados com o fim da parceria entre Brasil e Cuba no Mais Médicos. O ex-secretário adjunto de Saúde do Estado do Ceará, Marcelo Sobreira, em entrevista nesta segunda- feira, 19, ao jornalista Luzenor de Oliveira, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), falou sobre o impacto da saída dos médicos cubanos da cidade de Iguatu.

O município de Iguatu concentra, entre as 118 cidades do Ceará beneficiadas pelo Programa Mais Médicos, 19 cubanos – ou seja, 65% dos médicos da rede municipal de saúde. Todos estarão deixando a cidade a partir do próximo dia 25.  Ao jornalista Luzenor de Oliveira, o ex-secretário falou que o impacto da decisão anunciada no último dia 14 é desastroso, já que não é possível substituir os médicos em tempo hábil para suprir a demanda.

Marcelo afirma que, além da desassistência temporária da população, os municípios, a exemplo de Iguatu, terão, também, aumento nas despesas da párea de saúde.

Confira a entrevista na íntegra:

MARCELO SOBREIRA – EX-SECRETÁRIO DE SAÚDE DO ESTADO DO CEARÁ

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp