Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Latam Cargo Brasil inaugurou, na manhã desta terça-feira (17), seu mais novo terminal de cargas em Fortaleza. Resultado de investimento de R$ 4,1 milhões, o novo espaço é o maior da companhia no Nordeste e reforça o papel de destaque do Ceará na região.

Representando o governador Camilo Santana, o chefe de Gabinete do Governador, Élcio Batista, apontou que investimentos privados como o da Latam Cargo demonstram que o Ceará está “no caminho certo”. “A expansão do Terminal de Cargas é uma sinalização forte de que o ambiente de negócios do nosso Estado está sendo aperfeiçoado numa parceira do setor público com o setor privado”, destacou.

Élcio Batista reforçou a relação de parceria e confiança que o governador Camilo Santana estabeleceu com a Latam desde o início da gestão, em especial nas tratativas para que o Ceará sedie o centro de conexões aéreas da companhia. “No nosso Estado, diferentemente do Brasil, onde se fala em crise, depressão e salários atrasados, a gente tem um governador que desde o primeiro momento fez um ajuste fiscal que permitiu pagar em dia, dar aumentos e possibilitar que categorias com desequilíbrios de longa data tenham as conquistas negociadas. Estamos mandando uma mensagem diferente para o Brasil. Temos um Governo focado no desenvolvimento econômico e na geração de empregos. Espero que a vinda da Latam gere bons frutos tanto para a empresa como para o Ceará”, finalizou.

O diretor-geral da Latam Cargo Brasil, Luis Quintiliano, destacou que Fortaleza é fundamental como um dos principais pontos de conexão com o Nordeste e o Brasil. Ele frisou que, desde 2003, a companhia já investiu R$ 94 milhões no Estado.

O novo terminal

Situado na região do Aeroporto Internacional Pinto Martins, com área total de 1.687 m², possui capacidade para movimentação de cerca de 2 mil toneladas de cargas domésticas ao mês, um aumento de 33% em relação à 1,5 tonelada mensal do terminal anterior. A previsão da companhia é de que a nova estrutura dará mais agilidade e qualidade aos serviços.

O espaço atenderá principalmente os mercados do Norte e Nordeste do país. Entre as mercadorias mais transportadas em Fortaleza estão confecções, fármacos e perecíveis.

Com Governo do Estado