Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A semana começa com o cearense mais atento do que nunca na repercussão da Reforma da Previdência. Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Educadores Financeiros, Abefin, o INSS é o único plano de aposentadoria de 84% dos cearenses que trabalham em médias e grandes empresas.

Esse comportamento mostra uma defasagem da população brasileira em educação financeira, indica o estudo. 83% das pessoas entrevistadas no Ceará alegam que não fazem qualquer tipo de investimento por não haver sobras após pagar as contas mensais.

Para Reinaldo Domingos, presidente da Abefin, a falta do costume de poupar gera forte impacto negativo, uma vez que muitos idosos hoje, por não terem se preparado financeiramente, acabam dependendo apenas do INSS ou dos próprios familiares.

O economista e vice-presidente do Conselho Regional de Economia, Ricardo Eleutério endossa o posicionamento, destacando que o INSS não é suficiente para garantir segurança financeira no futuro. Já para o economista Gilberto Barbosa, as mudanças da reforma da Previdência só tornam mais urgente a necessidade de se preparar. A saída, segundo ele, é poupar durante a vida profissional e aplicar em investimentos.