Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Visando melhorar o atendimento e reduzir a longa fila de espera dos segurados pela concessão de benefícios, o Instituto Nacional do Seguro Social, INSS, decidiu, nessa quarta-feira, mais uma vez estender o projeto-piloto do Programa de Gestão do Atendimento Presencial. O projeto visa dar pontosaos servidores para analisar requerimentos e até para negar uma solicitação ou colocar um pedido de benefício em exigência. O programa, agora, vai até o dia 31 de maio.

O projeto-piloto começou em 1º de julho de 2021 com duração de 60 dias e foi prorrogado em setembro. Agora vai até o final do próximo mês. As metas diárias podem ser cumpridas com atendimento presencial ao público ou com complementação de tarefas, os servidores têm a opção de escolher como preferem atuar. Os servidores podem ainda trocar a jornada por produtividade, com metas de atendimento, pontuação e tarefas.

Os servidores participantes do programa ficam dispensados do controle de frequência, sendo submetidos às metas diárias. Os servidores não podem se ausentar do atendimento, mesmo atingindo a meta, enquanto existir segurado para atender e não houver quantitativo de servidores suficiente para garantir o cumprimento do atendimento ao público.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp