Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A partir de hoje, 21, o segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderá pedir a aposentadoria por idade e o salário-maternidade pela internet ou através do telefone 135. A iniciativa, que passa a valer em todo o território nacional, contudo, vale apenas para a aposentadoria urbana, ou seja, para aqueles que são contribuintes do INSS ou que possuem contrato empregatício com empresas, segundo informou o gerente-executivo do INSS Fortaleza, Francismar Lucena.

Em entrevista à edição desta segunda-feira, 21, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 24 emissoras no Interior), o gerente-executivo do INSS explica que agora o trabalhador poderá fazer os pedidos de casa, através do site Meu INSS ou pelo número 135, e não mais agendar a data para ser atendido. Com a mudança, conforme Francismar Lucena, o segurado recebe logo o número do protocolo de requerimento, o que elimina a etapa do agendamento.

A proposta do INSS visa acelerar o processo e evitar que os seguros enfrentem filas nas agências. De acordo com Francismar Lucena, nos casos em que as informações previdenciárias necessárias para o reconhecimento do direito já constarem nos sistemas do INSS, a concessão do benefício será automática.

Com a liberação automática do pagamento, o Instituto emitirá a Carta de Concessão, que será enviada ao segurado pelos Correios, com aviso de recebimento. Segundo o INSS, a previsão é que de 15% a 20% dos pedidos de salário-maternidade e aposentadoria por idade sejam concedidos no momento da solicitação. O interessado somente deverá comparecer à agência se for chamado pelo Instituto. Do contrário, terá apenas que esperar. A Carta de Concessão deve chegar as residências em torno de 30 dias após solicitada.

Segundo o gerente-executivo do INSS Fortaleza, podem solicitar o benefício via internet e telefone, homens com 15 anos de contribuição e 65 anos de idade e mulheres com o mesmo tempo de contribuição e 60 anos de idade. Francismar Lucena ressalta que as mudanças são resultados de estudos de mais de seis meses por parte do INSS.

Confira no player abaixo a entrevista completa com o gerente-executivo do INSS Fortaleza, Francismar Lucena

FRANCISMAR LUCENA – GERENTE-EXECUTIVO DO INSS FORTALEZA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp