Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Não bastasse ter que sair às pressas de casa para resguardar a própria vida, agora os
moradores do município de Jati, Região Sul do Estado, precisam se preocupar com outra situação.

Se antes o medo era que a barragem, que rompeu na última sexta-feira (21), varresse os imóveis por conta do vazamento de água, os 2 mil moradores evacuados estão com medo de ter os bens furtados. De acordo com a própria prefeitura de Jati, as casas que estão vazias têm sido alvo constantes de invasores. Os bandidos têm levado principalmente os animais.

Diante do quadro, foi solicitado o reforço policial no município.
A quantidade de policiais e o tempo de duração desse reforço não foram divulgados pela Secretaria de Segurança até o fechamento desta edição.

A boa notícia é que alguns moradores já começaram a retornar às residências, mas de forma gradual.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp