Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O processo para se adotar uma criança ou adolescente no Brasil pode demorar mais do que se imagina. A espera pela chegada do tão sonhado filho, seja por casais ou por pessoas que pretendem adotar sozinhas, pode se prolongar por vários anos. Visando acompanhar as histórias desses pretendentes à adoção – dos desafios para se entrar no Cadastro Nacional de Adoção até a luta em prol da causa – os jornalistas cearenses Émerson Rodrigues e José Henrique Villela produziram o documentário “Se Você Vem Amanhã”, já disponível no Youtube. Dada a proximidade do Dia Nacional da Adoção (25 de maio), nessa sexta-feira (22/05), os dois lançaram, no canal do documentário na plataforma, um vídeo comentando sobre os bastidores de realização da obra.

O documentário, que foi apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) dos dois na Universidade Federal do Ceará (UFC) em dezembro de 2019, segue não só a trajetória pretendentes à adoção ao longo do ano passado, como também traz uma visão abrangente sobre a adoção no Estado do Ceará.

“Quando decidimos fazer o documentário, uma coisa nos chamou atenção logo de cara: a mídia pouco mostrava as histórias dos pretendentes à adoção enquanto elas estavam acontecendo. E nós ficamos: ‘tá, mas quem são essas pessoas? Por que pouco se fala delas? Por que ninguém nunca fala da espera?’ Foi aí que decidimos que essas pessoas seriam as protagonistas do filme”, conta Émerson Rodrigues.

Ao longo de pouco mais de uma hora e 20 minutos de filme, 37 entrevistados, desde representantes do Sistema de Justiça até coordenadores de unidades de acolhimento de Fortaleza, são apresentados.

“Acho que o documentário provoca uma mistura de sentimentos em quem o assiste. Ao mesmo tempo que vemos pretendentes cheios de amor para dar a essas crianças, enquanto elas envelhecem em casas de acolhimento sem nem estarem disponíveis para adoção – o que gera uma indignação pelos processos não andarem conforme a lei – vemos também histórias de famílias formadas, o que só mostra que a luta vale a pena e que, com amor e empatia, tudo se conquista”, finaliza José Henrique.

Assista ao documentário:


Assista ao vídeo de bastidores:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp