Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O diretor do Fórum Clóvis Beviláqua, juiz José Ricardo Vidal Patrocínio, esteve reunido nessa terça-feira (07/03), com os juízes coordenadores das Varas da Comarca de Fortaleza. O encontro ocorreu na Diretoria da instituição e teve a finalidade de debater as demandas de suas respectivas áreas de atuação.
Entre as demandas apresentadas está a realização de uma reunião com o Laboratório Central (Lacen) para definir quais estratégias poderão ser adotadas em virtude da suspensão desse serviço prestado, no que diz respeito aos exames de DNA, de interesse das Varas de Família.

Foi discutida ainda a possibilidade de intimação por meio eletrônico de grandes litigantes, como bancos, seguradoras, empresas de telefonia e planos de saúde. Segundo o diretor do Fórum, “além de possibilitar uma efetividade maior nas intimações, haveria uma diminuição nos custos, já que o objetivo é fazer tudo eletronicamente”.

Também será agendada reunião com a Defensoria Pública do Ceará para verificar a possibilidade de as partes serem intimadas via WhatsApp. A autorização já constaria na petição inicial, o que permitiria maior celeridade no andamento dos processos.

Com informação da A.I