Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) deve julgar nesta segunda-feira (26) o habeas corpus do prefeito afastado de Uruburetama e médico, José Hilson Paiva, acusado de estuprar e filmar mulheres durante atendimentos ginecológicos. José Hilson foi indiciado por estupro de vulnerável no último mês de julho, e está preso na Unidade Prisional Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza.

Os crimes ocorriam em consultórios onde o médico realizava atendimentos nas cidade de Uruburetama e Cruz, cidade vizinha. Segundo as vítimas, o médico cometia os crimes desde a década de 1980.

No último dia 6 de agosto, o Ministério Público do Ceará (MPCE) ofereceu à Justiça a primeira denúncia contra o médico e prefeito. A denúncia do MPCE foi feita por meio do promotor de Justiça respondendo pela Comarca de Cruz, Rodrigo Coelho Rodrigues de Oliveira, e dos promotores de Justiça integrantes do Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc). O conteúdo da denúncia não pode ser divulgado por estar em segredo de Justiça.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp